Share, , Google Plus, Pinterest,

Imprimir

Posted in:

RESOLUÇÕES PARA 2017

Não espere ser surpeendido.

legs-434918_960_720

Eis que estamos na época do entusiasmo pelas mudanças que prometemos a nós mesmos fazer neste novo ano. Beber menos, se alimentar melhor, dormir mais, viajar mais, tentar passar mais tempo com a família, etc. Coisas que custarão um autoflagelo para serem alcançadas pois, se fosse fácil, já estaríamos fazendo há tempos. Então pegamos janeiro como o “mês teste” e vemos até onde aguentamos.

Para muita gente, 2016 representou um ano de fracassos emocionais (além de todos os outros tipos de fracassos). A internet continua infestada de reclamações e, não obstante, prints de pessoas sendo babacas umas com as outras. Arrisco dizer que nunca vi tanto disso como hoje em dia, ou seja, as pessoas estão se tornando cada vez piores e fazendo escolhas cada vez piores.

Mas neste novo ano “tudo será diferente”, não é? Você decidiu que não vai mais dar atenção pra quem não te valoriza, que não vai mais correr atrás de ex, que não vai mais ser inseguro, …

Uma dica: Aderir hábitos novos é muito mais fácil do que se livrar de hábitos antigos. Ainda mais quando se trata de “relacionar-se”. Então por quê você não busca focar em coisas que você FARÁ este ano, ao invés de ficar evitando o que, de certa forma, já está na tua natureza? Pense a respeito.

Veja bem, digamos que você tenha conhecido somente pessoas babacas que te frustraram das mais variadas formas no último ano e que agora você decidiu apenas se envolver com gente interessante e de bom caráter. Ótimo! E até eu consigo ouvir as tuas boas intenções nesse momento, mesmo sendo obrigado a te dizer que as chances de você se livrar de gente babaca são tão grandes quanto as chances de enriquecer sem trabalhar, levando em consideração que você deve estar acostumado a dar abertura a este tipo de gente durante grande parte da tua vida e que isso não mudará numa virada de ano. Por favor, não se ofenda.

Só estou sugerindo que você use isso para olhar para si e perceber que ao invés de brincar consigo mesmo com promessas que geram expectativas fora da realidade (e que te frustrarão ainda mais, após não serem atingidas), talvez seria melhor você apenas relaxar por um tempo e dar uma pausa nessa perseguição por algo que você julga ser o “ideal” para ti. Seja comer melhor, dormir mais, beber menos, ou conhecer pessoas realmente legais. O esforço que você empenha em deixar de fazer as coisas que está acostumado, servirá mais para te fazer sentir-se mal do que trazer resultados efetivos e positivos.

Então, pense que pessoas babacas não estão te perseguindo. Elas não vem atrás de você, mas é você que tende a dar abertura para elas, permitindo que elas se aproximem. Pense que não é o bolo de chocolate que te engorda, mas o ato de você comer o bolo. É a decisão que faz você engordar. Assim também, quando você escolhe se relacionar com pessoas babacas, em detrimento de outras que talvez poderiam ser legais. Quando escolhe passar tempo com pessoas que não te fazem sentir-se especial, bem quisto e respeitado(a).

Então, se você realmente quer mudar isso neste ano, preste atenção em como você se sente com as pessoas com quem sai e pense menos em evitar pessoas babaca e mais em escolher pessoas legais (e seja legal com elas também). Pare de esperar ser surpreendido(a) positivamente, esperando que a pessoa mude o que você não gosta nela. Foque no que ela já tem e que te agrada nela. Assim você criará novos e melhores hábitos sem o esforço de deixar os velhos. Eles simplesmente irão sumir sem que você perceba.

Com isso, você se sentirá melhor, estará cercado(a) de pessoas melhores, será influenciado para se tornar também alguém melhor e poderá manter isso de forma permanente na sua vida. Não só até fevereiro.

 

 

*Ao som de The Cardigans.

Escrito por Brandt

Um Ted Mosby, disfarçado de Barney Stinson.

59 posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *