Share, , Google Plus, Pinterest,

Imprimir

Posted in:

EU NASCI PARA SER TROUXA

... em um mundo tão egoísta, quem é que tem coragem de se envolver?

O termo “mundo cheio de pessoas vazias” nunca fez tanto sentido como agora. Talvez o termo “mundo cheio de pessoas cheias de egoísmo” fizesse ainda mais sentido. A primeira pessoa do singular se tornou a única a conjugar verbo. E enquanto esse egoísmo alimenta essas pessoas, o tempo vai passando, passando… Contudo, hoje temos dois principais combustíveis que impulsionam essas pessoas: Rotina e medo!

Hoje parece que tudo funciona no automático: acordar cedo, tomar banho, tomar café, ficar horas no trânsito, trabalhar e voltar à noite exausto para casa, olhando no relógio tentando programar a resolução de algum assunto pendente. Não, não dá tempo! Hora de dormir. Essa rotina cansativa de um adulto toma-nos todo o tempo. Sobra pouco. Como usar este tempo da melhor maneira possível? Uma mensagem no whatsapp aqui, outra mensagem no chat do Facebook ali, talvez uma olhadinha rápida no Tinder… Pronto! Está marcada a foda! Com quem? Foda-se, o que importa é que a foda está marcada. Saem, se conhecem pessoalmente, trocam meia dúzia de palavras e transam. Ressaca no dia seguinte, óleo devidamente trocado… Agora é focar na segunda-feira que certamente terá muito serviço. Ah, é claro, uma olhadinha rapidinha no Tinder pra marcar a fodinha do próximo fim de semana.

Tinder sempre salva as pessoas, né? Elas pegam seus respectivos celulares, abrem o “Pokemon GO do sexo” , jogam suas Pokebolas dando “match” pra ver se capturam algo e, no fim de semana, elas falam: “Bulbasaur”, eu escolho você… Rápido, fácil, eficaz!

– Afinal de contas, em um mundo tão egoísta, quem é que tem coragem de se envolver?

A questão não é apenas se envolver, a questão é se envolver honrando as bolas no meio das pernas. Medo, dá muito medo, dá medo pra caralho. Até os mais seguros dos homens sentem medo. Não chega a ser uma insegurança, não chega a ser uma falta de confiança… É apenas aquele 1%. Mas viver com medo?

“Quem vive com medo, vive pela metade” (dirty dancing).

Não nasci pra brincar de Pokémon com as pessoas. Não nasci pra ficar com medinho de levar chifres. Mesmo assim, muitas brincaram comigo e vão brincar com você. Muitas pessoas meteram uma galhada em mim e certamente meterão na sua cabeça. Normal. O ser humano é podrão mesmo. Mas nunca permiti que atitudes de terceiros moldasse negativamente minha postura, meus princípios. Dói, dói pra caralho… A primeira coisa que você pensa quando descobre uma traição é: “Mas que caceta… Ontem mesmo essa porra dizia que me amava”.

Eu nasci para ser trouxa. Se essa for a palavra certa para dizer que me preocupo e respeito quem está ao meu lado, então eu realmente nasci para ser trouxa. E me sinto bem sendo trouxa. Na verdade, nada me faz melhor do que ser trouxa. Sabe aquela história de que você atrai pessoas parecidas com você? Pois é! Sendo trouxa, você vai atrair pessoas trouxas. É simples! E mais cedo ou mais tarde, serão dois trouxas juntos vivendo o que muitos jamais viverão!

Escrito por Renatto Neves

O mais completo paradoxo perfeito. Sou o protótipo da confusão. Uma mistura sutil de valores que intrigam a todos, inclusive a mim. Dono de opinião e cabeça dura. Ouvido e ombro de várias amigas, o que me rendeu grandes conhecimentos no âmbito feminino, pronto pra ser despejado em caracteres.

654 posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *